Posts tagged ‘nutrição brasília’

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PREVINE SINTOMAS DA MENOPAUSA??

*Carina Tafas

Qual mulher não tem medo quando o assunto é MENOPAUSA? Esta palavra faz pensar em envelhecimento, rugas, gordura abdominal e doenças crônicas. A menopausa, também chamada de climatério, é o ponto no qual as mulheres param de ovular. No entanto, não podemos esquecer que é um processo natural, que sinaliza o final do período fértil. Os ovários param de funcionar e consequentemente deixam de produzir os hormônios progesterona e estrógeno. Com isso vem os sintomas desagradáveis de depressão, calorões, suores noturnos, diminuição da lubrificação vaginal, irritabilidade, insônia e ansiedade.

O período da menopausa afeta cada mulher de forma diferente.  Algumas começam mais cedo, mas a maioria passa pela mudança em torno dos 50 anos.

À medida que a produção do estrógeno cai, as taxas de colesterol e triglicérides no sangue aumentam, a absorção e a captação do cálcio pelos ossos fica prejudicada e assim surgem os riscos para o desenvolvimento das doenças cardiovasculares e da osteoporose. Segundo estatísticas, na pós-menopausa, as mulheres apresentam o mesmo risco que os homens para desenvolver as doenças do coração, sendo a principal causa de mortalidade entre as mulheres pós-menopausadas.

Sabendo disso, as mulheres precisam se preparar para essa fase desde o início da  vida. Quanto melhor for a alimentação, melhor será a menopausa. No entanto, nunca é tarde para mudanças que proporcionarão um climatério menos sintomático. É claro que é  preciso a ajuda de um profissional para indicar e orientar individualmente cada caso, mas algumas dicas são fundamentais para amenizar os sintomas:

–        Fracione as refeições, evitando consumir grandes volumes;

–        Utilize a semente de linhaça triturada na alimentação, pois é rica em ômega 3 e lignanas, um fito hormônio muito utilizado na terapia de reposição hormonal;

–        Evite frituras e excesso de açúcares devido a facilidade para engordar e aumentar o colesterol ruim e triglicérides;

–        Para ajudar na osteoporose consuma alimentos ricos em cálcio que são os vegetais verde-escuros, peixes, sementes (abóbora, melancia), leite de soja enriquecido com cálcio, tofú, e leites de vaca desnatado e seus derivados;

–        Consuma bastante líquidos, de preferência 5 a 6 copos de água por dia;

–        Consuma de 3 a 5 porções de frutas por dia fracionadas e 4 a 5 porções (pires) de vegetais;

–        Evite o consumo de bebidas alcóolicas, café e refrigerantes, este são ricos em fosfatos que aumentam a excreção de cálcio;

–        Consuma muito antioxidantes como vitamina C (laranja, kiwi, acerola, mexirica, pimentão), betacaroteno (cenoura, abóbora, mamão, tomate, folhas verde-escuras), vitamina E (nozes, castanhas, óleos vegetais), zinco (cereais integrais, carnes), selênio (castanha do pará, peixes) e manganês (pistache, amêndoa, castanha);

–        Evite  o excesso de sal na alimentação, tanto o sal de cozinha quanto dos alimentos industrializados principalmente os embutidos.

Durante esta fase da vida, as mulheres devem continuar optando por uma dieta equilibrada, saudável e colorida! O mais natural possível! Dessa forma, consegue-se bem estar e qualidade de vida em todos os momentos da vida!

*Nutricionista pós graduada em Nutrição Clínica Funcional e Personal Diet

 

novembro 25, 2010 at 10:49 am Deixe um comentário

Gestação saudável, filho com saúde!

*Carina Tafas

A gestação é um período de grandes mudanças fisiológicas e comportamentais da futura mamãe, e não poderia ser diferente, afinal, ela está gerando uma vida dentro de seu útero.  Neste período deve-se dar muita atenção a alimentação e não descuidar da variedade, qualidade e quantidade.

Vitaminas e minerais serão fornecidos para crescimento e desenvolvimento do feto. A deficiência de algum nutriente pode trazer conseqüências indesejadas como anemia, diabetes gestacional, aumento da pressão sanguínea, etc.

Comer por dois geralmente é uma escolha equivocada, já que o mais importante é a qualidade das calorias. Fazer dietas restritas com intuito de manter a forma também não é uma escolha inteligente, pois a alimentação deve atender as necessidades energéticas decorrentes do crescimento e manutenção do feto e da placenta,  para a manutenção de novos tecidos maternos , para o armazenamento de gordura pela mãe e feto , para o aumento de peso corporal e para garantir uma maior carga de trabalho metabólico e metabolismo basal.

Dentre os principais ingredientes que não podem faltar na dieta da gestante estão: energia – médicos sugerem um adicional de 300Kcal por dia no período da gestação; proteína – para suportar a síntese dos tecidos da mãe e do feto; e vitaminas e minerais –  principalmente ácido fólico (um nutriente fundamental para a formação da medula espinhal e o cérebro do concepto), ácido ascórbico (vitamina C), vitaminas B6, A, D, E, K, fósforo, magnésio e cálcio (nutrientes importantes para a saúde óssea), ferro (importante no segundo e terceiro trimestres da gravidez), zinco, cobre, sódio, flúor e iodo.

Outro nutriente essencial nesta fase é o ômega 3 derivado do óleo de peixes (como sardinha, salmão, anchova) e sementes de linhaça. Desde 2007 existe uma recomendação da Associação Dietética Americana de que todas as gestantes e lactantes devem ingerir ácidos graxos ômega-3 pois são importantes no desenvolvimento da estrutura cerebral e da retina do bebê.

A alimentação balanceada traz grandes benefícios para a saúde em geral, no entanto se esquece o quanto é primordial também no período da lactação em que a criança receberá os nutrientes por meio do leite materno.

Portanto, a mãe deve manter uma alimentação saudável e de preferência orientada por nutricionista, afim de garantir todos os nutrientes importantes para a saúde do bebê.

 

*Nutricionista pós graduada em Nutrição Clínica Funcional

novembro 17, 2010 at 11:57 am Deixe um comentário

Óleo de Coco extra virgem

Trabalho brasileiro coordenado pelo Prof. Haroldo S Ferreira procurou demonstrar os efeitos do consumo de 30ml de óleo de côco extra virgem em mulheres (comparando com grupo que tomou 30ml de óleo de soja) e sua relação com medidas antropométricas e bioquímicas. Os resultados demonstraram perda de peso, redução do IMC, redução de colesterol e aumento do HDL no grupo que usou óleo de côco. Um dos pontos discutidos no trabalho foi que o óleo de côco conseguiu promovar maior liberação de insulina, o que realmente se vê em vários outros trabalhos que os ácidos graxos saturados, especialmente o ácido laurico (mais prevalente no côco), podem provocar este efeito. Detalhe: a dieta das participantes se tornou hipoglicídica com os óleos, portanto não foram os carboidratos que provocaram liberação da insulina. Um ponto importante a ser observado é que há trabalhos que mostram que os ácidos graxos de cadeia média podem aumentar o colesterol, porém a participação de compostos fenólicos do óleo de côco extra virgem podem ser determinantes nos efeitos positivos nos estudos em que o óleo é investigado. Ou seja, se for para consumir, tem que ser extravirgem, e não TCM puro ou leite de côco (pasteurizado), ou mesmo comer a “carne” do côco, que inclusive é rica em fibras. Importante também foi observar no trabalho que o grupo que usou óleo de soja teve redução significativa de HDL, o que está relacionado ao alto consumo de ácido graxos ômega-6 da soja. Outro fator fundamental, é que as moléculas de triacilgliceróis (triglicerídios) que são incorporadas nas células adiposas são pobres em gordura saturada de cadeia média, e estes ácidos graxos não necessitam de carnitina para serem oxidados nas mitocondrias, portanto se induz á perda de gordura e oxidação desta gordura, reduzindo o IMC e circunferência abdominal.

Carina  Tafas

Nutricionista Funcional e Personal Diet

dezembro 8, 2009 at 10:05 pm Deixe um comentário

Corpo e mente mais jovens e saudáveis através do combate aos AGEs.

  * Carina Tafas

Conheça mais sobre esta revolucionária descoberta.

 Descobertas afirmam que um dos processos mais importantes do envelhecimento é aquele que gera os Advanced Glycation End Productos (Produtos Finais da Glicação Avançada), convenientemente conhecidos como AGEs (sigla que é igual à palavra “idade” em inglês).

 Eles estão no cerne do processo de envelhecimento em todas as parte do organismo, desde a pele até o cérebro. Podem ser responsáveis por rugas, doenças cardiovasculares, câncer, diabetes, Alzheimer e muito mais. Em função destas descobertas, podemos controlar e prevenir seus efeitos deletérios, com destaque aos alimentos que podem interromper e até reverter a formação dos AGEs.

A glicação acontece quando uma molécula de glicose (açúcar) adere a uma molécula de proteína e aceleram as reações químicas, e estas cadeias (açúcar mais proteína) é que são conhecidas como os AGEs. Estas reações podem ser endógenas (fabricados dentro do próprio organismo) ou exógenas (produzidos fora do organismo).

Portanto, dietas e refeições ricas em açúcares e carboidratos simples (pães, massas, bolos, biscoitos) aumentam as chances de formação dos AGEs: quando uma molécula de açúcar adere a uma proteína do nosso corpo, ocorrendo um pequeno mecanismo que cria a inflamação. Se esta reação for com o colágeno por exemplo que é uma fibra proteica, podemos perceber marcas visíveis dos AGEs através de pele enrugada e flácida pois a inflamação produz enzimas que desestruturam deixando-o rígido e pouco flexível.

Mas estas “cadeias de açúcar” podem ocorrer pelo corpo todo, à medida que envelhecemos. A molécula de açúcar auto-adere ao colágeno que é encontrado nas artérias, na pele, nas veias, nos ossos, ligamentos e mesmo no cérebro.

Pode ocasionar:

  • Endurecimento de artérias;

  • Aterosclerose (entupimento, estreitamento de vasos sanguíneos);

  • Catarata;

  • Comprometimento neurológico;

  • Complicações do diabetes;

  • Instabilidades cromossômicas que levam ao aparecimento do câncer;

  • Doença de Alzheimer;

  • Pele enrugada e flácida.

Enfim, os AGEs são responsáveis por sérios danos internos e externos ao organismo.

Alguns alimentos são importantes no combate ao AGEs, pois aumentam os processos antioxidantes naturais do organismo e prevenirem as reações de formação dos AGEs e dos processos inflamatórios.

Então vamos a algumas dicas importantes:

Evite

Os processados, principalmente os ricos em corantes, aditivos químicos, gorduras saturadas e trans.

Evite

Alimentos submetidos à altas temperaturas como carnes fritas, por exemplo, pois estimulam a formação dessas glicotoxinas. Procure cozinhar suavemente no vapor, escalde ou cozinhe carnes em marinadas. Corte frango e carnes em pequenos pedaços e faça refogados, para reduzir o tempo de cozimento. Evite alimentos tostados e queimados.

Evite

Açucares e amidos em excesso, pois as moléculas de açúcar aderem aos receptores de AGEs, causando inflamação e estresse oxidativo.

Nas compras

De preferência à mercados e lojas de produtos naturais e feiras de verduras e frutas orgânicas.

Carnes

Evite carnes vermelhas em excesso,pois as gorduras saturadas aumentam a formação de AGEs. De preferência ao gado criado em pasto, e não alimentados com ração; o perfil da carne é mais saudável e tem menos gorduras saturadas.

Aves

Quando se tratar do frango, procure os orgânicos e criados livres, galinha caipira. Sempre que possível, procure comprar aves criadas sem uso de antibióticos e/ou hormônios do crescimento.

Peixes

Procure consumir mais peixes, principalmente salmão, anchova, arenque, cavala, sardinhas, bacalhau-negro.

Ovos

Os ovos devem ser provenientes de galinhas criadas em liberdade, que possam andar por toda parte e comer grama, as sementes e os insetos que ocorrem naturalmente. Se recebem grãos, estes devem ser orgânicos, o que significa que alimentação das galinhas não contém pesticidas, hormônios do crescimento e antibióticos.

Laticínios

Os melhores são: Kefir comum, iogurte natural (baixo teor de gordura), creme de leite em lata, queijo cottage (baixo teor de gordura), queijo de produção caseira, ricota (baixo teor de gordura).De preferência ao alimentos orgânicos, sem antibióticos, pesticidas e hormônios.

Sementes

Devem ser orgânicas,sem sal e sem torrar. Compre em pequenas quantidade e armazene em geladeira ou freezer.

Grãos Integrais

Os mais recomendados são: Aveia, Cevada, Quinua, Trigo sarraceno.

Feijões e Lentilhas

Trazem grandes benefícios associados à prevenção da formação de AGEs, a começar pela sua capacidade em estabilizar o nível de açúcar no sangue.

Frutas e verduras

Os mais recomendados são: abacate, abóbora madura, abobrinha, acelga, agrião, aipo, alcachofra, alface, amora, aspargos, berinjela, brócolis, brotos, cebola, alho, cebolinha-verde, cereja, chicória, cogumelos, couve, couve-chinesa, couve-flor, dente-de-leão, ervilha, vagem, espinafre, feijão-verde, folhas verdes, frutas cítricas, maçã, meão,mirtilo,morango, framboesa, moranga, nabo, pepino, pêra, pimentão, rabanete, repolho,rúcula, salsão, tomate, vegetais marinhos (Kely, mori, arami, hijiki, wakame,dulse, kombu). Procure sempre as opções orgânicas.

Ervas

As ervas e temperos representam uma dupla praga para os AGEs, já que possuem excepcional capacidade de baixar o nível de açúcar no sanguee aumentar a sensibilidade à insulina. Dentre os principais temos:açafrão, alecrim, alho, anis estrelado, canela, cardamomo, casca de limão, coentro, cominho, cravo, currá, erva cidreira, endro, erva-doce, funcho, estragão, fava de baunilha, gengibre, louro, manjericão, manjerona, manta, mostarda em pó, nos-moscada, orégano, páprica, pimenta em grão, pimenta da jamaica, pimenta-caiena, sal marinho, salsa, sálvia, semente de gergelim, semente de papoula, tomilho.

Bebidas saudáveis

Chá verde, branco e preto orgânicos, água (pura da fonte, como fiji ou Poland Spring), açaí, suco de romã sem açúcar, cacau, vinho tinto, chás herbais.

Gorduras, óleos e azeites

Azeite de oliva extra-virgem (procure marcas italianas e espanholas de alta qualidade), óleo de semente de linhaça, óleo de semente de uva, óleo de macadâmia, abacate, coco, azeitonas, nozes e sementes.

 Referência Bibliográfica: Rosto Jovem, Mente Jovem. Rejuveneça sua pele e seu comportamento. De Dr. Nicholas Perricone

* Nutricionista e Personal Diet

ctafas@yahoo.com.br

 

abril 6, 2009 at 3:19 pm 2 comentários

Sucesso na atividade física: foco na nutrição equilibrada

Não tem como escapar: disciplina nos treinos e alimentação saudável é a chave do sucesso para qualquer pessoa que sonha em ser um atleta vencedor!!

*Carina Tafas

O alimento é o combustível para o corpo humano e a dieta equilibrada é fundamental, principalmente, para quem se exercita bastante. Por isso, é muito importante saber o que comer para melhorar o desempenho nos treinos.

O atleta e o praticante de atividade física, são indivíduos que necessitam de maior aporte de nutrientes:

  • Carboidratos

  • Proteínas

  • Gorduras

  • Vitaminas e Minerais

  • Água

Manter uma alimentação equilibrada vai garantir todos os nutrientes necessários para a boa performance e evitar que o sistema imune se debilite, aumentando o risco de doenças, lesões e outras complicações médicas.

O equilíbrio nutrientes x esforço físico devem estar sempre sendo avaliados, pois uma alimentação antioxidante e integral traz benefícios muito importantes às pessoas que praticam atividade física.

Os carboidratos são os principais fornecedores de energia para o organismo. São chamados de poupadores de proteínas pois se os carboidratos ingeridos forem insuficientes, o corpo usará proteína para dar energia (convertendo proteína em carboidrato) e desta forma levando o organismo ao catabolismo proteíco (quebra dos músculos). São fundamentais para o metabolismo normal das gorduras, facilitando a completa utilização das mesmas nos processos de liberação de energia.

Os carboidratos são armazenados nos músculos (na forma de glicogênio) para serem utilizados como energia durante o exercício. Eles são indicados antes, durante e depois dos treinos e podem ser ingeridos na forma de cereais integrais, pães, massas, frutas e quinua. Devem aparecer em maior quantidade no cardápio, com no mínimo 60% das calorias ingeridas no dia.

As proteínas também são importantes para o atleta não perder massa muscular, pois são as responsáveis pela construção e manutenção dos tecidos. Formam os músculos, esqueleto, pele, cabelos e unhas e repõem o desgaste natural dos tecidos. Devem ser ingeridos no mínimo 1g/Kg de peso corporal, e aumentando conforme as necessidades. Elas podem ser encontradas nas carnes, ovos e no leite e seus derivados.

As gorduras (lipídeos) são chamados de energéticos pois sua principal função é estocar e fornecer energia. Assim como as proteínas, são importantes para diversas funções no organismo como: transporte de vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K), manutenção, função e integridade das membranas celulares, do sistema imunológico, na formação de hormônios e na transmissão de impulsos nervosos. Devem fazer parte de uma alimentação saudável e balanceada e devem compor o cardápio em aproximadamente 25% das calorias totais.

É importante lembrar que na dieta também não podem faltar as vitaminas e minerais. São os antioxidantes naturais que ajudam a combater os radicais livres gerados durante o exercício e conseqüentemente, evitam o envelhecimento precoce, os ricos de lesões e as dores musculares. São eles:

  • Vitamina C: Frutas cítricas (laranja, limão), manga, acerola, semente de alfafa, pimentões, alcachofra, morango, tomate, brócolis, pimenta

  • Vitamina A: Frutas de cor amarelo, vegetais de folhas verdes, ovos, óleo de fígado de peixe, leite e derivados.

  • Vitamina E: Óleos prensados à frio, ovos, gérmen de trigo, miúdos, mariscos, batata-doce, vegetais folhosos, nozes.

  • Zinco: Ostra e caranguejo, nozes e amêndoas, carne vermelha, leite e derivados, gérmen de trigo, cereais integrais, semente de abóbora, gergelim e girassol.

  • Selênio: Nozes e castanha do Brasil, mexilhão e bacalhau, camarão, ostra e lagosta, salmão, arroz integral e selvagem, cogumelo, trigo integral, aveia, queijo cottage, cebola, rabanete.

  • Ômega 3: peixes como salmão, sardinha, atum, arenque, cavala, cassa.

    Outros Nutrientes importantes para os atletas são: Cálcio e Magnésio

  • Cálcio: atuam na contração muscular e são fundamentais para a formação óssea, evitam câimbras, fadigas musculares e formigamentos. Estão presentes no leite e derivados, vegetais verdes, animais marinho, mariscos, amêndoas e nozes, semente de gergelim, figo seco e damasco, soja e derivados, mamão, abacaxi.

  • Magnésio: São importantes para a formação óssea, relaxante muscular, importante para o metabolismo do cálcio, evitar câimbras e fadigas. Encontrados em animais marinhos, grãos integrais, vegetais verdes, mariscos, nozes, sementes, clorofila, mamão, banana, abacaxi, ameixa, passa e pêra.

Entre os alimentos que devem ser evitados pelos atletas, principalmente antes dos treinos e provas, estão os muito gordurosos, como frituras, os ricos em açúcar e as bebidas alcoólicas.
Outra dica é nunca introduzir alimentos novos ou testar preparações diferentes do que se está habituado antes de uma prova ou treino mais forte, pois o organismo pode ‘estranhar’ e ter alguma reação indesejável.
 
 
 

 

 

* Nutricionista Funcional e Personal Diet

 

 

 

 

março 24, 2009 at 2:04 pm Deixe um comentário

Avalie sua Alimentação: teste para saber como anda sua saúde

*Carina Tafas 

 

Este teste avalia como anda sua alimentação diante de tantas dificuldades nos dias atuais. Comemos rápido, não mastigamos direito, bebemos líquidos com as refeições, fazemos lanches na hora do almoço, esquecemos de comer as frutas, e muitas vezes esquecemos de comer. Precisamos entender que a alimentação saudável é fundamental para nosso bem-estar físico e mental e principalmente para a prevenção de doenças.

Anote as letras e no final some cada uma delas.

1- Qual a quantidade de água você ingere por dia?

a) Não bebo água

b) Menos de 4 copos

c) Mais de 5 copos

 

2- Quantas vezes por dia você come?

a) 1 ou 2 vezes por dia

b) de 3 a 4 vezes por dia

c) mais de 5 vezes por dia

 

3- Quantas vezes por semana você faz o café da manhã?

a) Não faço o café da manhã

b) Nem todos os dias da semana, esqueço muitas vezes

c) Faço diariamente

 

4- Como costuma ser seu café da manhã?

a) Café preto e no máximo um biscoitinho

b) Café com leite, pão branco, margarina, frios

c) Frutas e sucos naturais, cereais integrais, tapioca, pão integral

 

5- Como costuma ser seu almoço?

a) Não faço esta refeição

b) fast food e lanches rápidos (sanduíche, por exemplo)

c) Arroz, feijão, carne, saladas e legumes

 

6- Quando você não tem tempo para almoçar o que faz?

a) Não como nada

b) Peço lanhes rápidos e como correndo na mesa do trabalho

c) Aguardo um melhor horário e saio para comer me preocupando em não exagerar

 

7- O que você costuma comer nos lanches?

a) Não costumo fazer lanches

b) Chocolates, pão, bolachas

c) Frutas, iogurte, barrinha de cereal, sementes oleagenosas, frutas secas

 

8- Você bebe durante as refeições?

a) Bebo mais de 2 copos

b) Bebo de ½ a 1 copo

c) Não bebo nada

 

9- Quantas vezes por semana você come carne vermelha?

a) Todos os dias

b) Em média de 4 a 5 vezes

c) Menos de 3 vezes

 

10- Você costuma comer sobremesa?

a) Sim, todos os dias

b) Algumas vezes por semana

c) Não como sobremesas, no máximo 1 vez no final de semana

 

11 – Quantas frutas você come por dia?

a) Nenhuma

b) No máximo 3

c) Mais de 4 frutas

 

12 – O que você costuma comer no jantar?

a) Nada

b) Massas, frituras, lanches, pão com frios

c) Arroz, feijão, carne magra, saladas, legumes

 

13 – Quantas vezes por dia você toma cafezinho?

a) Mais de 3 copinhos

b) 1 a 2 copinhos

c) Não bebo cafezinho

 

14 – Quando você faz atividade física, o que come antes?

a) Nada pelo menos 4 horas antes

b) Faço um lanchinho para não sentir fome

c) Faço uma refeição umas duas horas antes

 

15 – Quando come, você se sente:

a) Empachado de tanto comer e passa mal

b) Que exagerou um pouco e se sente assim quase todos os dias

c) Saciado e sem passar mal

 

16) Você evacua:

a) 1 a 2 vezes por semana

b) 3 a 4 vezes por semana

c) todos os dias

 

Resultado

Maioria A – PARE

Maioria B – ATENÇÃO

Maioria C – SIGA EM FRENTE

 

Maioria A

 

Pare e reflita mais sobre seus hábitos e o que anda fazendo com sua saúde. Negligenciar nossa alimentação não é nada bom, pois causa muitos problemas futuros. Uma alimentação desregulada pode levar à: obesidade, diabetes, problemas cardiovasculares, hipertensão, carências de vitaminas e minerais e muito mais. É bom lembar que uma alimentação saudável leva a maior qualidade de vida e bem-estar. Portanto, não perca mais tempo para seguir em frente na busca pela sua felicidade.

Maioria B

 

Atenção, sua alimentação está boa porém não o suficiente para ser a ideal. Olhe para os lados e analise seus hábitos. Algumas mudanças podem ser modificadas como evitar alimentos calóricos na dispensa, ou aqueles pobres em nutrientes, comer mais frutas e legumes diariamente ou até mesmo abandonar o refrigerante ou suco artificial. Analisando bem os dois lado da balança, você vai perceber que uma alimentação saudável traz mais benefícios à saúde, e você não vai se arrepender em optar por ela.

Maioria C

Você mostrou que é capaz de fazer escolhas inteligentes e equilibradas. Cuidar da saúde é fundamental para a prevenção de doenças e obtenção de uma vida feliz. Não descuide e siga em frente.

 *Nutricionista Funcional e Personal Diet

ctafas@yahoo.com.br

março 11, 2009 at 7:21 pm 3 comentários

Clínica de Psicologia Quality

Atendimento Interdisciplinar – Nutrição e Psicologia

QualityHá alguns anos, é possível observar o aumento expressivo dos transtornos alimentares (obesidade, bulimia, anorexia) na sociedade brasileira, como também o impacto dessas doenças na saúde da população. Paralelamente, constatam-se avanços em estudos com essa temática, particularmente quanto à necessidade de um diálogo interdisciplinar entre a nutrição e a psicologia.

A psicologia e a nutrição possuem grande complementaridade, pois se deparam com problemas como a ansiedade, o medo, a compulsão e a depressão em sua prática clínica. Pensando nisso, a Quality Psicologia – representada pelas psicólogas Júlia Costa Muza e Laila Noleto Mosimann e a nutricionista Carina Tafas – oferece atendimento personalizado ao paciente, buscando a compreensão integral do processo saúde-doença-saúde, por meio da articulação entre a nutrição e a psicologia.

Como fazemos:

Inicialmente, há um contato com o paciente e/ou com familiares para uma análise das necessidades e apresentação das formas de atendimento. Posteriormente, os profissionais atendem o paciente individualmente, de acordo com os procedimentos de cada área, buscando a integração e a troca de informação, mas sem descuidar da preservação do sigilo e do compromisso profissional com o paciente.

Dessa forma, proporcionamos um atendimento diferenciado aos nossos pacientes, pois entendemos que uma abordagem conjunta e interdisciplinar aumenta as possibilidades de sucesso para determinados transtornos alimentares.

Programas

Procurando oferecer um serviço de qualidade e dentro das possibilidades dos nossos clientes, buscamos construir programas básicos e/ou personalizados para cada paciente. 

Programas I 1 apresentação, 2 sessões com a nutrição e 4 sessões com a psicologia;
Programa II 1 apresentação, 4 sessões com a nutrição e 8 sessões com a psicologia.
Programa III (Personalizado) 1 apresentação, atendimento nutricional e psicológico de acordo com a necessidade do paciente. Geralmente para tratamentos de maior duração.

*A efetividade do tratamento não é garantida em um único programa, a definição da quantidade destes é determinada pelos profissionais conjuntamente com o paciente ao longo do tratamento e de acordo com as necessidades de cada um.

Entre em contato conosco!

 

 

março 11, 2009 at 2:43 pm Deixe um comentário

Posts antigos


Alimentação Saudável

É natural que hoje em dia, com a dinâmica acelerada de vida, as pessoas necessitem de auxílio na hora de gerenciar sua alimentação.

Buscando colaborar com sugestões, o Blog Palavras Nutritivas, informará o leitor com dicas simples e úteis que podem ser aplicadas facilmente no seu dia a dia.

Seja Bem Vindo! Comentários, sugestões e críticas são bem vindas!

A nutricionista

Agenda de Posts:

agosto 2017
S T Q Q S S D
« jun    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031