Posts tagged ‘Nutrição Funcional’

Quer melhorar sua imunidade? Coma mais alimentos fontes de zinco

  Este mineral faz parte de mais de 300 enzimas, sendo essencial para que inúmeras reações químicas ocorram no nosso organismo. Sua maior importância está para o bom funcionamento imunológico, assim como para o crescimento de fetos e crianças.

 A deficiência de zinco pode ser detectada pela análise de sinais e sintomas, pois a dosagem no sangue não é um método confiável para se avaliar o status nutricional do mineral, já que o organismo faz de tudo para manter seus níveis sanguíneos.

 O zinco está presente em maior quantidade nas carnes vermelhas magras, cereais integrais e feijões.

 Fique atento, pois alguns sinais podem representar sua deficiência como: queda de cabelo, perda de apetite e paladar, retardo de crescimento em crianças, atraso no desenvolvimento sexual e ósseo, entre outros.

 Cuidados na alimentação também são importantes para melhor absorção e biodisponibilidade do mineral.

 Carina Tafas

Nutricionista Funcional e Personal Diet

dezembro 9, 2009 at 1:36 pm Deixe um comentário

Enxaqueca: essa dor não sai de sua cabeça?

Se você sofre do grave tipo de dor de cabeça, conhecido como enxaqueca, preocupe-se especialmente com sua alimentação.

*Carina Tafas

 

Os estudos mostram que uma pessoa a cada cinco sofre dela. Além de dor de cabeça forte, a crise de enxaqueca pode vir acompanhada de uma série de outros sintomas, como náuseas, vômitos, tonturas, visão embaçada, formigamentos pelo corpo, etc.

Sabe-se que vários fatores podem desencadear as enxaquecas, entre elas: mudanças de temperatura, intensidade da luz, odores, ciclos menstruais, alergias alimentares, etc, no entanto, a alimentação é o único fator que se pode controlar. Certas mudanças alimentares podem beneficiar o paciente no tratamento das enxaquecas, pois existem alimentos que estão por trás da causa deste desconforto.

Acredita-se que todas as suas dores de cabeça, tanto as chamadas sinusites quanto às associadas à tensão e ao estresse ou as temidas enxaquecas, podem ser provocadas por compostos presentes no alimentos consumidos no dia-a-dia. Segundo David W. Buchholz, diretor da Clínica Neurológica do Johns Hopkins Hospital, evitar estes alimentos culpados talvez seja essencial para a prevenção da dor de cabeça. 

  Segundo os estudiosos, um único fator isolado raramente provoca a dor de cabeça. Geralmente é quando esta associado a outro fator que ela aparece. Por exemplo, se você bebe uma taça de vinho tinto, pode não desencadear a dor, porém se estiver associada a um dia estressante, a dor pode aparecer. A quantidade de comida também é importante. Um pedaço de chocolate pode não provocar dor de cabeça, mas uma caixa inteira sim.

Alguns alimentos são desencadeantes de crises de enxaqueca para alguns portadores da doença. São eles:

  • bebidas alcoólicas
  • alimentos contendo aspartame
  • glutamato monossódico (que serve para enriquecer o sabor, sendo muito usado na cozinha chinesa)
  • frutas cítricas 
  • chocolates,
  • queijo curado
  • iogurte
  • bacon
  • carnes processadas defumadas e curadas (embutidos, salsichas, bacon, salame, mortadela). Estes contêm nitritos que têm ação direta no cérebro de indivíduos geneticamente propensos. 
  • cafeína (café, chá, chá gelado, coca-cola, etc)
  • enlatados 

Tão importante quanto evitar o alimento errado, é não deixar de se alimentar. Ficar muito tempo sem comer leva a uma baixa do açúcar no sangue (hipoglicemia). 

Dicas da Nutricionista:

  • Coma 3 refeições bem balanceadas todos os dias. Nunca deixe a fome chegar. 
  • Evite “pular” refeições. 
  • Faça no mínimo 6 refeições diárias.
  • Consuma gengibre, na forma de chá ou nas preparações, pois ajudam a controlar respostas inflamatórias , agindo de forma bastante semelhante a aspirina, bloqueando a síntese de prostaglandina e levando à redução da inflamação e da dor.
  • O óleo de peixe também é interessante pela presença de ômega 3 que também atua como anti-inflamatório cerebral. 
  • Tenha uma alimentação balanceada, rica em nutrientes.

CONSULTA BIBLIOGRÁFICA: Alimentos – O melhor remédio para a boa saúde, de Jean Carper

* Nutricionista Funcional e Personal Diet

junho 24, 2009 at 4:04 pm Deixe um comentário

Aproveite tudo de bom da Vitamina E

*Carina Tafas

dieta-mediterraneaEla é uma vitamina lipossolúvel, essencial à nossa saúde. As principais funções são: aumento do sistema imunológico, melhora da ação da insulina, inibição da oxidação de LDL (mau colesterol), melhora da circulação e alívio dos fogachos da menopausa . Além de ser a principal vitamina antioxidante cerebral, protegendo os neurônios da ação dos radicais livres.

A vitamina E inativa a enzima HMG CoA redutase, responsável pela síntese endógena de colesterol. Desta forma, podendo auxiliar no tratamento de doenças cardiovasculares.

 

Quais são as principais fontes:

Sementes (Girassol, Gergelim)

Óleo de girassol, gergelim, macadâmia

Oleagenosas (nozes, castanhas, amêndoas)

 

Dica da Nutricionista:

Faça um mix de óleos

  • 50ml de óleo de girassol

  • 50ml de óleo de gergelim

  • 50ml de óleo de macadâmia

  • 50ml de azeite de oliva

Guarde sempre na geladeira e utilize como tempero na salada!

* Nutricionista Funcional e Personal Diet CRN 4720
ctafas@yahoo.com.br

fevereiro 25, 2009 at 2:06 pm Deixe um comentário

Devemos comer quanto de fibras?

 Carina Tafas é Nutricionista Funcional e Personal Diet

ctafas@yahoo.com.br

Devemos consumir em média de 25 a 30g de fibras diariamente, pois consumo delas é fundamental para a boa saúde

Além de frutas, verduras e legumes, os cereais integrais em geral são excelentes fontes de fibras que auxiliam no bom funcionamento intestinal.

É no intestino que liberamos Serotonina, o hormônio do bem estar. Portanto, para ficarmos de bem com a vida, o intestino deve estar em equilíbrio!

  • alternar os alimentos integrais com os produtos refinados, como arroz integral, pão integral, aveia,massas integrais ao invés de arroz branco, pão de leite, macarrão branco, entre outros;

  • utilizar vegetais e frutas na sua forma integral, ou seja, com casca ( bem lavadas);

  • sucos não coados;

  • vegetais crús;

  • Utilizar farelos no café da manhã (linhaça, farelo de arroz, aveia, etc);

  • Quando aumentar o consumo de fibras, lembre-se de aumentar também a ingestão de líquidos.

     

 

Alimento

Quantidade

Quantidade de fibras

All Bran

½ xíc. Chá

9,0 g

Lentilha cozida

1 xíc. de chá

7,9 g

Feijão cozido

1 xíc. de chá

7,5 g

Amendoim

½ xíc. de chá

4,1 g

Linhaça dourada

1 col. sopa

4,2 g

Ervilha lata

½ xíc. de chá

3,5 g

Pipoca estourada

3 xíc. de chá

3,0 g

Germe de trigo

3 col. Sopa

2,9 g

Farelo de aveia

3 col. Sopa

2,7 g

Milho

1 espiga média

2,3 g

Farelo de trigo

3 col. Sopa

2,2 g

Aveia em flocos

3 col. Sopa

2,1 g

Farinha de aveia

3 col. Sopa

2,1 g

Milho lata

½ xíc. de chá

1,7 g

Arroz integ. cozido

5 col. Sopa

1,6 g

Biscoito trigo integ

6 unidades

1,6 g

Pão de centeio

1 fatia

1,4 g

Pão trigo integ.

1 fatia

1,3 g

Pão branco

1 fatia

0,7 g

Arroz branco cozido

5 col. Sopa

0,5 g

fevereiro 19, 2009 at 12:14 pm Deixe um comentário


Alimentação Saudável

É natural que hoje em dia, com a dinâmica acelerada de vida, as pessoas necessitem de auxílio na hora de gerenciar sua alimentação.

Buscando colaborar com sugestões, o Blog Palavras Nutritivas, informará o leitor com dicas simples e úteis que podem ser aplicadas facilmente no seu dia a dia.

Seja Bem Vindo! Comentários, sugestões e críticas são bem vindas!

A nutricionista

Agenda de Posts:

junho 2017
S T Q Q S S D
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930